Cultura Gramado

Cultura Gramado
Secretaria da Cultura

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Festival Internacional de Jazz e Blues

A Secretaria da Cultura começo a divulgar boas notícias para 2018, nas páginas da Zero Hora de hoje, dia 21 de julho.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Conferência de Cultura



Dia 5 de agosto ocorrerá no ExpoGramado a 5º Conferência Municipal de Cultura promovida pela Prefeitura Municipal através da Secretaria da Cultura. O evento, que ocorre a partir das 9 horas, terá como tema “Cultura e Sustentabilidade”. A programação contará com palestras de Paulo Bicca, arquiteto, e Vitor Ortiz, ex-Ministro Adjunto da Cultura. Na Conferência serão eleitos os novos conselheiros e delegados de Cultura Biênio 2017/2019. As inscrições pra quem deseja se candidatar vão até dia 28 de julho na Secretaria da Cultura. Para concorrer a Conselheiro de Cultura, o candidato deve atuar em Gramado num dos seguintes segmentos: Artesanato, Artes Cênicas, Artes Visuais/Audiovisual, Dança, Literatura, Manifestações Populares/Produção Cultural, Música, Patrimônio Histórico, há, pelo menos, dois anos e ser maior de 18 anos. Os documentos necessários para inscrição são: Identidade (entregar cópia), currículo de atividade cultural no segmento em que se candidata com, no mínimo, uma página, preencher a ficha de inscrição e a declaração de que nada consta contra si, disponibilizadas pela Secretaria. Para ser candidato a Delegado de Cultura é preciso apresentar para inscrição: cópia da Identidade, do comprovante de residência (conta de luz ou água, ou contrato de locação) ou comprovante de vínculo empregatício em atividade cultural no município e currículo de atividade cultural com, no mínimo, meia página. Para o público eleitor as inscrições já estão ocorrendo e é necessário preencher a ficha na Secretaria da Cultura, apresentando o título de eleitor e identidade. Não serão aceitas inscrições para candidatos no dia do evento, apenas para eleitores. 

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Dirigentes da cultura

Os dirigentes e assessores de cultura dos municípios que fazem parte da AMSERRA – Associação dos Municípios da Serra - se reuniram no dia 11 de abril, na Secretaria da Cultura de Gramado para discutirem políticas públicas da região, além do exemplo de Gramado, que está em fase de finalização o Plano de Cultura. Na oportunidade também ocorreu a eleição da diretoria de cultura da entidade para o biênio 2017/2018, quando foram eleitos: Allan John Lino (Secretário da Cultura de Gramado) – presidente, Paulo César Soares (representante de Nova Petrópolis) - vice-presidente e Paulo Pontes (representante de Gramado) – secretário.

Na foto representantes de Gramado, Canela, Nova Petrópolis e Picada Café no encontro dos dirigentes de cultura

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Aulas de Música


Ministério Público visita a Secretaria da Cultura





O promotor Max Guazelli foi ao encontro do Secretário da Cultura Allan John Lino para visitar e vistoriar o Parque Hotel, Lago Joaquina Rita Bier e Casa do Major Nicoletti, na última quarta-feira, dia 5 . Para o representante do Ministério Público, foi uma satisfação perceber que as iniciativas culturais estão se desenvolvendo de forma pedagógica e sustentável. Já Allan se diz muito honrado por ter a presença do promotor público se preocupando com o bem público material e imaterial.


Na ocasião os dois abordaram assuntos importantes como a manutenção do Parque Hotel e a Casa do Major Nicoletti. Allan mostrou o atelier no Parque Hotel, onde acontece ensaios de balé e teatro. Foi relembrado que no mesmo atelier que teve o início de um dos grandes projetos que colocou o município no cenário cultural ainda mais forte, com a criação da Orquestra Sinfônica de Gramado.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Dia da Cultura
A cultura é cheia de símbolos e isto mostra a potencialidade de um município, uma região, um estado, um país. Gramado, no último dia 31 de março comemorou o Dia da Cultura Gramadense, com a participação dos professores do Centro de Cultura Prefeito Arno Michaelsen e das associações de artesãos, que ocuparam a praça Silvia Zorzanello levando a cultura para a rua. O evento contou com alunos de escolas municipais de Gramado e comunidade em geral. A ideia está sendo o início de um trabalho da descentralização da cultura, proposta pela Secretaria da Cultura do município. A proposta é valorizar os gramadenses com suas facetas culturais.
Trabalhar a cultura como forma de desenvolvimento, abrange minimizar as desigualdades territoriais.”A expressão “realidades territoriais”, usada pelo geógrafo Milton Santos, evidencia um fato interessante: se a noção de território, em si, não é comum nos discursos sobre políticas culturais, a idéia que ela traz é expressa muito comumente usando os termos realidade local ou simplesmente realidade. Bem menos específicos em relação ao que abarcam, e por isso mesmo problemáticos para o uso analítico, esses termos – realidade, realidade local – vêm dando conta da preocupação em se estabelecer uma relação mais estreita entre as políticas culturais e a vida, o cotidiano, o lugar onde vivem seus públicos”, como diz Mariana Albinati, Mestre pelo Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia.

A cultura é vista como um bem de todos, deve-se propiciar o acesso a todas as manifestações culturais ao povo, desta forma minimiza-se problemas sociais e trabalha com uma nova visão com os atores sociais. A comunidade gramadense será beneficiada sempre com ações culturais, uma forma de abranger conhecimento e agregar a classe do município.











quinta-feira, 23 de março de 2017

Dia da Cultura Gramadense


A cultura é de todos: este o fato primordial. Toda sociedade humana tem sua própria forma, seus próprios propósitos, seus próprios significados. Toda sociedade humana expressa tudo isso nas instituições, nas artes e no conhecimento. A formação de uma sociedade é a descoberta de significados e direções comuns, e seu desenvolvimento se dá no debate ativo e no seu aperfeiçoamento, sob a pressão da experiência, do contato e das invenções, inscrevendo-se na própria terra, é o que diz Raymond Williams. Apesar de ter escrito em 1958, isto permanece tão vivo os dias atuais.
Com este propósito, a Secretaria da Cultura de Gramado está preparando um evento para comemorar o Dia da Cultura Gramadense, no dia 31 de março próximo. Será uma programação na Praça Silvia Zorzanello, quando os professores que atuam no Centro Municipal de Cultura Arno Michaelsen e as associações dos artesão do município estarão mostrando seus trabalhos ao ar livre. Serão aulas abertas, contação de histórias na Brizoleta, yoga, ballet, música, pintura, desenhos, enfim todas as manifestações culturais que permeiam a vida cultural de Gramado, caso chova tudo acontecerá dentro do Centro Municipal de Cultura. O evento será das 13h às 17h 30min.
Para o secretário da cultura Allan John Lino, “é importante profissionalizar a cultura respeitando. Respeitar e valorizar o artista é um dos quesitos da nossa missão. Qasssim sempre prestigiaremos cada um em sua arte e mostrar que Gramado tem uma cultura que é ímpar. Estaremos sempre ao lado da arte. Por isso sempre buscaremos a participação de todos, pois só assim conseguiremos mostrar o potencial cultural da nossa comunidade.”  (Foto Allan John Lino. Crédito Rafael Cavalli)

sexta-feira, 17 de março de 2017

Cursos e oficinas na Várzea Grande

Os cursos e oficinas são uma opção para os moradores da Várzea Grande que têm no Centro de Cultura um local apropriado e de fácil acesso. A exemplo da professora Carmem Schenkel que ministra a modalidade de pintura em tecido e também crochê, outras opções são oferecidas, basta ir visitar e conhecer. O grupo de professores do Centro de Cultura da Várzea Grande oferece atividades diversas para crianças, jovens e adultos. Faça uma visita e descubra sua aptidão.

MOSTRA "ENCANTO"

Uma exposição de fotografias embeleza o saguão do Centro de Cultura da Várzea Grande. As lentes de Joares Machado apresentam 16 imagens com a paisagem da nossa região. Até dia 31 de março a comunidade e os visitantes podem conferir de perto. O objetivo da mostra é valorizar o espaço cultural,  comenta a diretora Maria Helena Drechsler de Oliveira, que juntamente com a supervisora do Centro de Cultura da Várzea Grande, Solange Müller , estão radiantes com a possibilidade de oferecer arte para o povo.